No passado mês de junho, o Comitê Técnico ISO TC 34/SC 17 da Organização Internacional de Normalização (ISO) publicou a nova versão da ISO 22000.

Seguindo a mesma Estrutura de Alto Nível (Anexo SL), que outras normas ISO largamente aplicados, como ISO 9001 e ISO 14001, a nova versão permite que as organizações integrem mais facilmente a ISO 22000 com outros sistemas de gestão.

As principais melhorias incluem:

  • Uma nova abordagem ao risco – como um conceito vital no negócio de alimentos – que distingue entre o risco no nível operacional e o nível de negócios do sistema de gestão
  • Forte vínculo com o Codex Alimentarius, Código ou Lei dos Alimentos estabelecido pela Comissão do Codex Alimentarius numa colaboração entre duas Organizações da Nações Unidas, a Food and Agriculture Organization (FAO) e a World Health Organization (WHO), que consiste num conjunto de normas alimentares, códigos de práticas e princípios gerais para se assegurar a higiene dos alimentos.

A ISO 22000: 2018 substitui a ISO 22000: 2005. As organizações têm três anos a partir da data de publicação para fazer a transição para a nova versão.